Outubro Rosa – a prevenção do câncer de mama é o melhor remédio

Neste mês de outubro, o Ministério da Saúde, juntamente com as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, promovem diversas ações que visam alertar as mulheres sobre o alto grau de incidência do câncer de mama e as formas de prevenção deste mal.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, este tipo de câncer é o que mata mais mulheres no Brasil, porém a forma de prevenção a ele é simples e eficaz, começando pela conscientização das mulheres.

Assim, o Outubro Rosa foi criado na década de 90 nos Estados Unidos e mais efetivamente em 2008 o Brasil adotou também o mês de outubro como o mês de combate ao câncer de mama.

Em Bias Fortes

Não diferente, a Secretaria Municipal de Saúde de Bias Fortes tem se empenhado na guerra contra esta doença, com ações de prevenção e realização do exame de mamografia com a busca ativa das mulheres do município durante todo o ano.

Mais especificamente neste mês de outubro, além da divulgação rotineira da campanha nacional que engloba o Outubro Rosa, será realizado no dia 25, pela Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com o PSF e o NASF,  na praça principal da cidade, o evento “Outubro Rosa – Conhecer para Prevenir”, com várias ações direcionadas a prevenção e esclarecimento sobre o câncer de mama e do colo do útero.

Confira aqui no nosso Facebook a programação do evento.

Com diagnóstico precoce, chance de cura é alta

A multiplicação de células anormais na região da mama e a sua consequente transformação em um tumor com a possibilidade de atingir outros órgãos, faz deste tipo de câncer um dos mais devastadores contra as mulheres, no entanto, a descoberta ainda cedo tem um alto índice de cura, chegando em alguns casos a 90% de chance.

Este elevado índice de cura, levou os órgãos ligados à saúde se esforçarem nas campanhas que visam esclarecer o assunto entre as mulheres. A intenção é mostrar que apesar do seu alto grau de letalidade, se descoberto cedo o câncer de mama pode ser vencido, daí a importância do auto-exame e da mamografia.

Autoconhecimento e a mamografia

De acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde, tanto o auto-exame como a mamografia são importantes e um não exclui o outro.

O auto-exame é tido como uma das mais importantes armas neste combate, pois é a própria mulher que deve através do toque nas mamas se auto-conhecer e se sentir, possibilitando a descoberta de alguma anormalidade e a consequente procura de um médico.

Não menos importante, o exame de mamografia de rastreamento é indicado pela Organização Mundial da Saúde pelo menos uma vez a cada dois anos em mulheres de 50 a 69 anos, contudo, entidades como a Sociedade Brasileira de Mastologia, defendem o exame anualmente para mulheres acima dos 40 anos. Esta dualidade de normatização,

Com esta dualidade de normatização, o fato é que todas as mulheres já na fase adulta, devem se atentar para o auto-exame periodicamente e a mamografia com alguma frequência não maior que dois anos.

A prevenção a este mal, por ser simples e com um método ao alcance de todas é o melhor remédio que se tem atualmente.

Previna o câncer de mama –  se toque, se cuide, se ame!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.


*


Quer receber informações em primeira mão?

Preencha os dados abaixo

Font Resize